12 janeiro 2009

Amor virtual

Amor, quando você não vem..
Meu coração não se contém.
Chora de tristeza,
Por estar nesta solidão intensa

Procuro por você na rede...
De um site a outro
De uma janela a outra
Cadê você?

É hora... a hora marcada
E nada!
Você não vem?
Minha respiração para.

Pensar que você não vem...
O que será que tem?
É o servidor novamente?
Conexão falha... igualmente...

As luzes lá fora vão se ascendendo...
Meu coração batendo...
O luar chega devagar...
Sentindo que pode vagar...

Tranqüilo e sedutor..
Faz-me lembrar suas palavras de amor.
Os primeiro raios começam a se arriscar,
Por sobre meus cabelos através da janela, a brilhar...

É ele... chegou!
Com um cumprimento de amor,
Trás todo o seu ardor.
De desejos incontidos,
Antes reprimidos.

Agora num chat declarado.
Nosso amor vai ficar grudado.
Denso, como às vezes penso.
Amor, to morrendo...

De saudade de você!


Desconheço a autoria





3 comentários:

blogdocatarino.com disse...

Muito boa esta poesia e apropriada aos tempos de internet.
Vim ver a amiga e saber das novidades.
Abraço.

Aura Sacra Fames disse...

Como disse o amigo acima bem apropriado nesses tempos de internet. Mas nada supera o beijo de um verdadeiro amante.

Abraços
aurasacrafames.blogspot.com

ivani disse...

[b]
parece com minha filha estapoesia pois ela conheceu o namorado pela internet ele estava na italia e ela no brasil começaram a namorar rsrs e ele nao aguente e veio pro brasil rsrsrsrs tem um ano de namoro

Template by - Abdul Munir | Daya Earth Blogger Template | Modificado por Nespter